15 | maio

Buscamos inspiração em um dos mais importantes eventos de design do mundo

Quando embarcou em abril para Milão, na Itália, a arquiteta Thaisa Bohrer, do escritório responsável pelos projetos da Vanguard, sabia que viveria dias intensos. Sempre antenada, ela adora viajar em busca de referências e tendências, o que costuma chamar de “cool hunting”.

E o destino não poderia ser melhor: Salão do Móvel de Milão (Isaloni), um dos eventos mais importantes do mundo do design e mobiliário.

viagem thaisa40

Esta foi a terceira vez de Thaisa no Isaloni, que para ela é um intensivo com muitas ideias, novos produtos e acabamentos, ou seja, referências que inspiram a trabalhar cada vez melhor. Para ter noção, a Isaloni ocupa um espaço de 230 mil m², com 2500 expositores e recebe visitantes de 160 países diferentes, incluindo designers, arquitetos e jornalistas de olho nas novas ideias e inspirações.

Foram cinco dias neste paraíso do design. Thaisa também esteve em vários eventos no Fuorisaloni (paralelo à feira que reúne marcas de outros segmentos), como coquetéis para apresentações de tendências e das novidades que vão movimentar o mercado nos próximos meses. “A cidade respira arte e arquitetura em todos os sentidos. As marcas se preparam o ano todo para este evento”, conta a arquiteta.

viagem thaisa41

Entre os pontos altos da viagem estão os contatos com fornecedores que vão estar presentes em próximos empreendimento da Vanguard. “É muito legal perceber que estamos bem alinhados com as tendências mundiais e que os projetos da construtora têm a linguagem contemporânea dos lançamentos de Milão”, avalia Thaisa. “De todo modo, gostamos de surpreender”, completa.

O que está em alta?

Os acabamentos e texturas que remetem aos materiais naturais continuam em evidência. “Foi uma tendência que vimos no ano passado e que segue forte”, diz Thaisa, que destaca também a uso de plantas na decoração e tons claros de madeira. O concreto, granilite e tons terrosos seguem como a base principal para os ambientes internos e também revestindo fachadas.

viagem thaisa21

viagem thaisa28

Entre as novidades que surpreenderam, Thaisa anota as soluções feitas com pintura e adesivos aplicados em texturas que são simples e garantem ótimo efeito. “Vimos muitas ideias super criativas com materiais tecnológicos e feitos com impressora 3D”, acrescenta.

Vitra Campus

Antes de voltar para o Brasil e matar toda a saudade das filhas pequenas que ficaram por aqui sob os cuidados do pai e dos avós, Thaisa Bohrer deu uma esticadinha na viagem e seguiu para a região da Basiléia, na Suíça, fronteira com Alemanha e França,  para conhecer o Vitra Campus, em Weil am Rhein, que  abriga a  fábrica e o museu da Vitra – grife  presente no mundo inteiro, com linhas de móveis para casas,  espaços públicos e ambientes corporativos.

“Imagine uma espécie de parque de diversões para arquitetos. Um espaço dedicado exclusivamente ao mundo da arquitetura e do design. Foi a realização de um sonho e um dia muito especial”, define.

viagem thaisa

viagem thaisa8

O Vitra Campus tem uma área enorme, com edifícios para as linhas de produção da Vitra, museus, lojas e salas de exposição que trazem assinatura de arquitetos de várias partes do mundo como Nicholas Grimshaw, Frank Gehry, Zaha Hadid, Álvaro Siza, Tadao Ando, Jacques Herzog e Pierre de Meuron, além do escritório japonês SANAA. São profissionais que se destacam pela grande expressão e força visual, além de quase todos serem premiados com o Pritzker, espécie de Nobel da área.

___________

Texto: Cristina Luchini | Máxima Comunicação

Fotos: Divulgação