25 | julho

Você sabe o que é um Butiá?

O Butiá é uma espécie de Palmeira de porte médio e nativa da América do Sul. Seus frutos podem ser consumidos in natura ou transformados em geleias e licores; no Brasil, é muito utilizado para saborizar a cachaça.

No terreno do nosso próximo lançamento em Curitiba, o Bless Cabral, há um Butiá de mais de 30 anos! Ele estava localizado exatamente onde será construída umas das torres do empreendimento, e para preservar a vida e história dessa planta tão importante, além de ter sido uma exigência da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, no último dia 09, nossa equipe esteve empenhada em realizar o “transplante” do Butiá para uma área do terreno sem interferência da obra e onde, futuramente, ela poderá ser incorporada ao paisagismo do empreendimento.

TRANPL_BUTIA

A Analista de Projetos, Anna Roland, que acompanhou todo o processo, explica: “Escolhemos uma área livre de construção – dentro do limite do lote – que não impactasse no projeto nem no canteiro de obras e que atendesse às necessidades da planta, como ter espaço para suas raízes crescerem, por exemplo. Todo o procedimento, acompanhado pela equipe de projetos, foi planejado e executado juntamente com um escritório de paisagismo parceiro da Vanguard, de modo a preservar ao máximo a saúde da árvore”.

WhatsApp Image 2019-07-10 at 17.55.05 (1)

Ricardo Cunha, da GardenVille Paisagismo, empresa parceira na operação, contou que o Butiá é uma planta que se adapta muito bem ao clima de Curitiba, a mais resistente ao frio e a geadas dentre as espécies de palmeiras. E para que durante o “transplante”, o Butiá – que pesa aproximadamente 5 toneladas – fosse submetido ao mínimo de estresse, vários cuidados foram tomados:  “O Butiá foi replantado exatamente na mesma posição, observando-se o seu norte; houve aproveitamento máximo de seu torrão, de forma a não ofender sua raiz capilar; em sua nova cova foi utilizada a própria terra removida de seu antigo habitat e promovemos o seu replantio o mais próximo possível à cota do terreno destinada ao seu paisagismo, para evitar uma nova movimentação ao final da obra”, explica Ricardo. “Confesso que fiquei feliz em ser procurado para acompanhar o atendimento a esta exigência da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Também apreciei com satisfação a clara consciência da construtora Vanguard em não somente atender à exigência, mas também em promover o melhor aproveitamento deste exemplar. Foi uma atitude muito louvável”.

Meu Bless tem palmeiras onde canta o sabiá…

 

—————————

Texto: Josiane Nalevaia | Marketing Vanguard Curitiba